Exhibitions at Galeria Vermelho – São Paulo

Galeria idiomaportugues011





Rua Minas gerais, 350, São Paulo, SP
CEP 01244‐010
T: (5511) 3138 1520
info@galeriavermelho.com.br



UNDER CONTROLE / “Sob controle”
Março [March] 10 – Abril [April] 4



Sala [Room] 1 e 2 |

Leandro Lima e Gisela Motta - AMOAHIKI 2008 - vídeo instalação
Leandro Lima e Gisela Motta – AMOAHIKI 2008
instalação de vídeo


NEUTRAL ADDITION / “Soma Neutra”
Março [March] 10 – Abril [April] 4


Sala [Room] 4 |

André Komatsu - Sem título #3, da série Soma Neutra (2009) - desenho sobre placa de drywall - 185 x 124 x 5 cm
André Komatsu – Sem título #3, da série Soma Neutra (2009)
desenho sobre placa de drywall – 185 x 124 x 5 cm




press-release – versão portuguesa

press-release – english version




Comente esta exposição [Comment this exhibition]

Jovens Criadores 2008 – LISBON


convite

ARTES PLÁSTICAS [FINE ARTS]


Isabel Pereira
Simão Costa
João Pedro Vieira
Raquel Carteiro
Lucy Pereira
Diogo Martins
André Neto
José Loureiro
Jorge Reis


BANDA DESENHADA [COMICS]


André Oliveira & João Ataíde
José Rodrigues Pereira


CIBERARTE [CYBERART]


Pedro Amado
Rudolfo Quintas


DANÇA [DANCE]


Inês Jacques


DESIGN DE EQUIPAMENTO [DESIGN OF EQUIPMENT]


André Gouveia & Gonçalo Pimenta
Sílvia Duarte
Filipa Ricardo & Renato Silva


DESIGN GRÁFICO [GRAPHIC DESIGN]


RENDEZ-VOUS
Alcachofra – Movimento Lento
Catarina Carreiras
Daniela Faria


FOTOGRAFIA [PHOTOGRAPHY]


Gonçalo Coelho Silva
Tiago de Sousa Lopes
Mário Ambrósio
Mafalda Santos
Alexandre Delmar
Raquel Vieira da Silva


ILUSTRAÇÃO [ILLUSTRATION]


Bruno Roda
Maria Remédio
Sara dos Santos Vieira
Ricardo Pereira Cabral
Suzete Azevedo Ferreira
Maria Pinto de Oliveira


LITERATURA [LITERATURE]


Luís Lourenço
Tiago Patrício
Ana Queiroz
Frederico Carreira da Costa
Maria Inês Castanheira
Nuno Teixeira
Hélio Teixeira


JOALHARIA [JEWELERY]


Typhaine Le Monnier
Cintya Ayumi de Almeida Hobo
Alcachofra – Movimento Lento


MODA [FASHION]


Filipa Malho Rodrigues
Catarina Benzinho
Javier Ortega
Susana Bettencourt
Mathieu da Costa
We fight for diamonds
S. Nogueira, A. Trigo, A. Duarte
Ana Torres, Ana Gonçalves
Marco Godinho


MÚSICA [MUSIC]


A CORDA – Vocal project
Bruno Estima


VÍDEO [VIDEO]


Paulo Vinhas Baudouin
Carlos Conceição
Maria Loff de Almeida
Pedro Maia Pereira
Sérgio Cruz
Maria Costa Cruz/Rui Ribeiro
Frederico Carreira da Costa

Transboavista | VPF | Art Edifício

conviteverso090326
vpf-cream-art-inez-teixeira


press-release (brevemente) – versão portuguesa

press-release (soon) – english version

rock-gallery


press-release (brevemente) – versão portuguesa

press-release (soon) – english version

plataforma-revolver


press-release (brevemente) – versão portuguesa

press-release (soon) – english version

sabados-para-miudosapoios

Oporto presents – “Diwan” by Werner Nekes


cartazdiwan
“Diwan” by Werner Nekes
16 mm, color, 85 min,1973. Sound: Anthony Moore



A film anthology in five installments:

1. sun-a-mul (16 min)

2. alternatim (15 min)

3. kantilene (17 min)

4. moto (16 min)

5. hynningen (21 min).



We can not think of someone as central to the history of experimental film as Werner Nekes. This restless researcher is one of the last heroes of the moving image, a scholar that seeks for the immaterial truth laying between images and frames.

In his quest, Nekes uses all sorts of procedures and techniques, from structuralist to narrative, trying to break the granted laws and realities of life and art.

The film that Oporto is now presenting, DIWAN, is a paradigmatic example. DIWAN is a five part mysterious odyssey into the realm of existence.


Não podemos pensar sobre alguém na história do vídeo experimental sem primeiro pensarmos em Werner Nekes. Este incansável investigador é um dos últimos heróis da imagem em movimento, um intelectual que procura a imaterialidade da verdade que existe entre as imagens e os frames.

Na sua indagação, Nekes utiliza todas as técnicas de procedimento desde o estruturalismo à narração, tentando quebrar as leis e as realidades da vida e da arte.

O Vídeo que Oporto apresenta, DIWAN, é um exemplo paradigmático. DIWAN é constituído por cinco partes de uma misteriosa odisseia que nos projecta para o reino da existência.


“A momentary trap of vision.”
Alexandre Estrela



Saturday, March 7, 2009, 10.30pm [7 de Março, às 22:30 de Sábado]


www.Oportolisboa.blogspot.com

The entrance of Oporto is made through the exit stairs of Noobai café – Miradouro de Santa Catarina- Lisboa

A entrada do Oporto é feita pelas escadas de serviço do café Noobai – Miradouro de Santa Catarina- Lisboa




Comente esta exposição [Coment this exhibition]